712 cestas de alimentos serão entregues em aldeias de Guaíra e Terra Roxa no Paraná

Compartilhe esta notícia.

Nesta semana, 12 toneladas de alimentos e produtos de higiene e de proteção serão entregues a famílias indígenas da etnia Avá-Guarani. A ação faz parte da campanha Cesta Consciente do CAPA e parceiros

Foto: Diangela Menegazzi

Na Linha Doutor Ernesto, no município de Toledo, Oeste do Paraná, a agricultora Cledi Schenkel prepara de forma caseira 412 barras de sabão. Perto dali, na cidade de Marechal Cândido Rondon, a artesã Roseli Winter se organiza para concluir a confecção de 2.136 máscaras. Ao mesmo tempo em que Eleane Astresse e sua família cultivam hortaliças orgânicas para serem colhidas em breve, no Assentamento Sepé Tiaraju, em Santa Tereza do Oeste.

As três mulheres e suas famílias vão comercializar os produtos do seu trabalho ao CAPA (Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia), núcleo de Marechal Cândido Rondon, até o início da próxima semana. As barras de sabão, as máscaras e os alimentos orgânicos e agroecológicos vão compor 712 cestas. Elas serão entregues entre os dias 2 e 3 de setembro às 14 comunidades indígenas Avá-Guarani, nos municípios de Guaíra e Terra Roxa. No total, serão doadas 12 toneladas de alimentos e produtos de higiene e de proteção. 

A ação de ajuda humanitária é realizada pelo CAPA, pela Fundação Luterana Diaconia (FLD) e pelo Conselho de Missão entre Povos Indígenas (COMIN), por meio de doações à Campanha Cesta e recursos do atual projeto trienal apoiado por Pão para o Mundo. A campanha foi criada para minimizar os impactos da crise econômica agravada pela pandemia de coronavírus, inicialmente, nos estados do Paraná e Rio Grande do Sul.

Uma cesta e muitas famílias

A campanha Cesta Consciente é uma ação de duplo impacto: beneficia ao mesmo tempo as famílias em situação de vulnerabilidade e as famílias que produzem os alimentos e produtos de higiene e de proteção.

“É um encontro que movimenta solidariedade e uma economia popular com objetivo de promover a segurança alimentar e sanitária de milhares de pessoas durante a pandemia da Covid-19”, explica Jhony Luchmann, da coordenação do CAPA Rondon.

Para a agricultora Cledi Schenkel, o pedido para fazer as barras de sabão foi muito bem-vindo. “Ainda não estou aposentada, e isso ajuda na minha renda”. Cledi diz ainda que fica contente por saber que o produto do seu trabalho será utilizado para ajudar outras famílias. “Um ajudando ao outro, assim, a gente vai para frente”, afirma.

A agricultora Eleane Astresse ressalta a importância de canais de escoamento da produção agrícola durante a pandemia. “O escoamento da produção é fundamental para fortalecer e estimular a renda familiar, além de estarmos disponibilizando alimento saudável a outras pessoas”.

Trabalho coletivo

A cestas serão compostas por farinhas de trigo e milho, arroz, feijão, frutas, hortaliças, batata doce, barras de sabão e máscaras. Os alimentos são, em sua maioria, orgânicos e/ou agroecológicos. Ao todo, cada cesta pesará, aproximadamente, 17 quilos.

Os produtos que estarão contidos nas cestas serão fornecidos por meio das cooperativas Copcraf (Cooperativa de Produção e Comercialização da Reforma Agrária e Agricultura Familiar), de Cascavel, Coopercam (Cooperativa de Industrialização e Comercialização Camponesa), de São Miguel do Iguaçu, e Copavi (Copavi (Cooperativa de Produção Agropecuária Vitória), de Paranacity. Além da Acempre (Associação Central de Produtores Rurais Ecológicos), e de outras famílias, como a da Roseli.

Para preparar as 712 cestas, será feito mutirão envolvendo a equipe do CAPA e famílias agricultoras da Acempre, na terça-feira (01), no salão da Comunidade Evangélica Martin Luther.

Contribua você também

Para colaborar, acesse o site https://combatecovid.org/cestaconsciente. É possível fazer uma única doação ou contribuir mensalmente. Quem preferir pode fortalecer a rede de solidariedade por depósito ou transferência bancária:

Fundacao Luterana de Diaconia

CNPJ 04.358.174/0001-81

Banco: 001 – Banco do Brasil

Agência: 010-8

Conta: 26585-3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *