A emoção da torcida dentro e fora dos estádios

Compartilhe esta notícia.

Por Isadora Mendes, fotos e texto*

A torcida é um dos principais patrimônios de um clube, independente do esporte que se é praticado, e no futebol não é diferente. Há quem diga que a torcida presente na arquibancada é o décimo segundo jogador do time e quando o estádio está cheio o time joga melhor. Observamos de perto as torcidas organizadas da Fúria Independente, do Paraná Clube e a Fanáticos do Athletico Paranaense durante um dia de jogo, dentro e fora do estádio.

Na Vila Capanema, o Paraná Clube retornava à Série B do Campeonato Brasileiro em 2019 e sua torcida não deixou de apoiar o time mesmo em jogos sofridos como este registrado em imagens, contra o Cuiabá, que resultou num empate sem gols e mesmo com um resultado não favorável eles ainda acreditam no time do começo ao fim da partida.

Por outro lado, o Athletico vivia uma de suas melhores fases disputando a série A do Brasileirão, a Copa Libertadores da América e a Copa do Brasil. Sua torcida marcava presença em maior número durante os jogos de maior importância, como as decisões, que passaram a ser frequentes na vida do torcedor rubro negro.

Na ocasião, o Athletico enfrentou o Fluminense na Arena da Baixada, e após alguns episódios de violência com a Fanáticos, a diretoria do clube proibiu a organizada de entrar no estádio, não sendo autorizada a entrada de torcedores e integrantes trajando uniformes ou qualquer adereço que identificasse a organizada, nem mesmo os instrumentos. Por esse motivo, e alguns, outros foi que a Fanáticos se reunia na sede da torcida, ao lado da Arena.

Confira as imagens:

*Isadora Mendes é aluna do 4º período de Jornalismo da PUC-PR e este ensaio é resultado da matéria Estudos da Imagem, orientado pela professora Luana Navarro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *