Agência Espacial divulga fotos dos incêndios na Austrália

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Desde setembro de 2019 os incêndios nas florestas da Austrália causam enormes prejuízos ambientais. Cerca de 24 pessoas já morreram e quase meio bilhão de animais selvagens pereceram. Já foi noticiado que é provável ter extinto várias espécies.

Até agora foram queimadas aproximadamente 10 milhões de hectares de terra. O país sempre sofreu com queimadas, provocadas por secas e raios, mas desta vez a temperatura bateu recordes. E para piorar, os ventos também aumentaram.

Diante desta situação catastrófica, a missão Copernicus Sentinel-2, da The European Space Agency (ESA), foi usada para registrar os incêndios. Cada um dos satélites Sentinel-2 carrega apenas um instrumento, que é um gerador de imagens multiespectrais de alta resolução com 13 bandas espectrais.

A fumaça, as chamas e as cicatrizes de queimadura podem ser vistas claramente na imagem mostrada aqui, que foi capturada em 31 de dezembro de 2019. As grandes áreas acastanhadas retratam a vegetação queimada e fornecem uma idéia do tamanho da área afetada pelos incêndios. A ‘faixa’ que atravessa a imagem tem uma largura de aproximadamente 50 km e se estende por pelo menos 100 km ao longo da costa leste da Austrália.

Foto: ESA
Foto: ESA

Fonte: The European Space Agency (ESA), com informações do Fotos Públicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *