Após passeata até a Prefeitura, trabalhadores da Urbs decidem manter greve

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Trabalhadores da Urbs e Setran marcham da rodoviária até a Prefeitura de Curitiba. Foto: Vanda Moraes.

Por ampla maioria, em assembleia realizada na manhã desta terça-feira, 28 de julho, os trabalhadores da URBS/SETRAN decidiram pela manutenção da greve geral, que teve início ontem.

Os trabalhadores não aceitaram a proposta da empresa que consistia em suspender a greve e aguardar até o dia 10 de agosto para que a direção da URBS apresentasse uma contraproposta financeira.

Os trabalhadores iniciaram a assembleia na Sede URBS Rodoferroviária, mas antes de votarem a contraproposta, decidiram seguir em passeata até o Centro Cívico e continuar a deliberação em frente à Prefeitura de Curitiba.

“Já que a direção da URBS terceirizou a negociação coletiva dos trabalhadores e a levou ao prefeito, que Fruet venha conversar conosco” , afirmou Luiz Carlos Viana, diretor do SINDIURBANO-PR.

Sendo assim, ao som de “prefeito vê se me escuta, não vai parar, não vai parar a nossa luta” cerca de 600 trabalhadores marcharam até o Centro Cívico, realizaram a votação e decidiram pela continuidade da greve.

Trabalhadores da Urbs decidem que a greve continua. Foto: Vanda Moraes.

A passeata, assim como a greve, tem como objetivo protestar contra o atraso dos salários, que foram pagos no fim da manhã de hoje, com 4 dias de atraso e somente após os trabalhadores terem iniciado a greve.

Além disso, passados mais de 4 meses do início da negociação coletiva, a empresa propôs a reposição salarial da inflação parcelada em 5 vezes,  contraproposta esta rejeitada pelos trabalhadoras que a consideraram uma afronta.

Estão em greve os trabalhadores da URBS, inclusive os cedidos à Setran. Agentes de trânsito, orientadores do estacionamento regulamentado, trabalhadores da manutenção de estação tubo, a sinalização viária e a limpeza de equipamentos públicos como a Rodoferroviária. Além disso, os trabalhadores da área administrativa da URBS e da SETRAN.

Os únicos banheiros públicos de Curitiba são conservados pelos trabalhadores da URBS. O trânsito e o transporte coletivo da Capital  também são gerenciados pelos trabalhadores da URBS e da SETRAN.  Assim como a manutenção das estações tubo e a sinalização viária da cidade, entre outras atividades, são serviços realizados por trabalhadores da empresa.

O SINDIURBANO-PR é o Sindicato dos trabalhadores em Urbanização do Estado do Paraná. Em Curitiba, representa, entre outras empresas, os trabalhadores da URBS/SETRAN.

A URBS é uma empresa de economia mista de administração indireta da Prefeitura de Curitiba. É responsável, entre outras atividades, pelo gerenciamento do transporte coletivo da Capital Paranaense.

Saiba mais: Trabalhadores da Urbs aprovam indicativo de greve a partir de segunda-feira, 27

Por Vanda Moraes
Sindiurbano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *