AVANTI PALESTRINOS | Palmeiras aperta o acelerador da liderança

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Por Manoel Ramires
Terra Sem Males

Na Fórmula 1, lá nos tempos de Ayrton Senna, havia uma máxima que era importante abrir três segundos de vantagem para o segundo colocado. A partir desse tempo, o líder pode controlar as investidas dos adversários. Poupa combustível e pneus quando é necessário. Acelera um pouco mais quando diminui a diferença. Chega até permitir um ou outro erro que possa reduzir a distância sem ser ultrapassado. E volta após volta espera a última para ganhar a corrida.

Trazendo para o futebol, parece que o Palmeiras de Cuca atingiu esse patamar. A vantagem de quatro pontos sobre o Flamengo consolidada nesta rodada pode dar a tranquilidade que o time precisa para ser campeão. A distância voltou ao patamar da 29a rodada, quando o alviverde abriu os quatro pontos e viu a gordurinha ser queimada no empate com o Cruzeiro. Agora, na 31a rodada, a equipe de Palestra Itália coloca duas rodadas de vantagem sobre o principal adversário. Caso empate os dois próximos jogos, por exemplo, e veja o rival ganhando, ainda assim fica na liderança pelo saldo de gols. Isso faz com que o tempo do Palmeiras seja diferente de seus adversários.

E não é só na tabela que esses “três segundos” fazem a diferença. Em campo, os objetivos do time em relação aos adversários demonstram que o verdão conhece os atalhos do campo. Mesmo jogando fora de casa, parece que é dono do local. Não à toa, tem seis vitórias e um empate jogando como visitante nos últimos jogos.

A necessidade de pisar no acelerador ou contornar a curva no seu ritmo ficou mais evidente no jogo contra o Figueirense, em Florianópolis. O Palmeiras joga para vencer, no entanto, não tem pressa de ganhar a partida. Ele sabe que do outro lado, a ansiedade pela vitória também obriga o adversário a se expor. E nessa corrida, sabe a hora certa de fazer a ultrapassagem. No caso, neste jogo, isso se confirmou no pênalti duvidoso em Gabriel Jesus convertido por Jean. Lateral que jogou como armador e fez também o segundo gol da equipe.

Agora, o Palmeiras já vê a frente o Sport. Joga em casa sabendo que os pernambucanos também precisam da vitória para fugir da zona de rebaixamento. Ou seja, sabe que o leão precisa partir pra cima também. Não poderá jogar fechadinho. E ao se expor, o Palmeiras buscará mais três pontos, mais uma volta na rodada que o aproxime do título do Brasileirão.

anuncio-tsm-posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *