Bancários se reunem em assembleias pelo país nesta quarta (8). Bancos oferecem reposição da inflação.

Compartilhe esta notícia.

Fenaban propõe apenas de reposição da inflação, sem aumento real, para salários, benefícios e PLR. Confira os locais das assembleias no Paraná.

Mais uma vez os banqueiros enrolaram os trabalhadores bancários, que aguardam por uma contraproposta adequada à sua pauta de reivindicações. Depois de prometer apresentar proposta global para 01 de agosto e adiar para nova rodada de negociação nesta terça-feira, 07 de agosto, o que os bancos exigem dos trabalhadores é aceitar uma pauta econômica insuficiente e retirada de alguns direitos consolidados historicamente na CCT.

Também não garantiram que os bancários não serão substituídos por trabalhadores contratados de forma precarizada, a exemplo da terceirização. Os bancos querem alterar cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria, segundo eles, para garantir segurança jurídica, mas sequer apresentaram a redação das modificações. A próxima rodada de negociação ficou agendada para o dia 17 de agosto (sexta-feira).

“Nós deixamos claro na mesa de negociação que a categoria não aceitará retrocessos que podem prejudicar o futuro de suas famílias por conta de descaso e intransigência dos banqueiros. Nossa convenção coletiva foi construída nesses 25 anos de mobilização, em lutas coletivas, e é coletivamente que vamos resistir aos ataques que estão referendados pela reforma trabalhista”, afirma Junior Cesar Dias, presidente da Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Paraná (FETEC-CUT-PR), membro do Comando Nacional dos Bancários e representante do Paraná nas negociações.

Enquanto os banqueiros oferecem aos trabalhadores bancários a reposição da inflação (3,90% de reajuste correspondente a projeção de 3,87% para a data-base em 01 de setembro), o lucro líquido dos cinco maiores bancos atuantes no Brasil (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú-Unibanco e Santander) nos três primeiros meses do ano atingiu a marca de R$ 20,3 bilhões, com crescimento de 18,7%.

Os sindicatos de todo o país realizam assembleia de avaliação da proposta na noite de quarta-feira, 08 de agosto. O Comando Nacional dos Bancários se reuniu, avaliou a proposta e indica sua rejeição nas assembleias.

Confira horários e locais das assembleias na base do Paraná:

– Apucarana: 19h00, na sede do Sindicato

– Arapoti: 19h30, na sede do Sindicato

– Campo Mourão: 19h00, no sindicato (Rua Harrison José Borges, 1520)

– Cornélio Procópio: 19h00, na sede do Sindicato

– Curitiba: 18h30, no Espaço Cultural (Rua Piquiri, 380).

– Guarapuava: 18h30, no Salão de Festas Grande da Sede Campestre do Sindicato dos Bancários (Rua Gralha Azul, 276, São Cristóvão)

– Londrina: 19h00, na sede do Sindicato

– Paranavaí: 18h00, no Anfiteatro do Sindicato (Rua Marechal Cândido Rondon, 1445)

– Toledo: 18h30, na sede sindicato (Rua 7 de setembro, 749)

 

Saiba mais: Bancos fazem proposta apenas de reposição da inflação, sem aumento real

Com lucros bilionários, bancos querem ficar 4 anos sem dar aumento real

 

Fonte: FETEC-CUT-PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *