Bancários se reunem em assembleias pelo país nesta quarta (8). Bancos oferecem reposição da inflação.

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Fenaban propõe apenas de reposição da inflação, sem aumento real, para salários, benefícios e PLR. Confira os locais das assembleias no Paraná.

Mais uma vez os banqueiros enrolaram os trabalhadores bancários, que aguardam por uma contraproposta adequada à sua pauta de reivindicações. Depois de prometer apresentar proposta global para 01 de agosto e adiar para nova rodada de negociação nesta terça-feira, 07 de agosto, o que os bancos exigem dos trabalhadores é aceitar uma pauta econômica insuficiente e retirada de alguns direitos consolidados historicamente na CCT.

Também não garantiram que os bancários não serão substituídos por trabalhadores contratados de forma precarizada, a exemplo da terceirização. Os bancos querem alterar cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria, segundo eles, para garantir segurança jurídica, mas sequer apresentaram a redação das modificações. A próxima rodada de negociação ficou agendada para o dia 17 de agosto (sexta-feira).

“Nós deixamos claro na mesa de negociação que a categoria não aceitará retrocessos que podem prejudicar o futuro de suas famílias por conta de descaso e intransigência dos banqueiros. Nossa convenção coletiva foi construída nesses 25 anos de mobilização, em lutas coletivas, e é coletivamente que vamos resistir aos ataques que estão referendados pela reforma trabalhista”, afirma Junior Cesar Dias, presidente da Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Paraná (FETEC-CUT-PR), membro do Comando Nacional dos Bancários e representante do Paraná nas negociações.

Enquanto os banqueiros oferecem aos trabalhadores bancários a reposição da inflação (3,90% de reajuste correspondente a projeção de 3,87% para a data-base em 01 de setembro), o lucro líquido dos cinco maiores bancos atuantes no Brasil (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú-Unibanco e Santander) nos três primeiros meses do ano atingiu a marca de R$ 20,3 bilhões, com crescimento de 18,7%.

Os sindicatos de todo o país realizam assembleia de avaliação da proposta na noite de quarta-feira, 08 de agosto. O Comando Nacional dos Bancários se reuniu, avaliou a proposta e indica sua rejeição nas assembleias.

Confira horários e locais das assembleias na base do Paraná:

– Apucarana: 19h00, na sede do Sindicato

– Arapoti: 19h30, na sede do Sindicato

– Campo Mourão: 19h00, no sindicato (Rua Harrison José Borges, 1520)

– Cornélio Procópio: 19h00, na sede do Sindicato

– Curitiba: 18h30, no Espaço Cultural (Rua Piquiri, 380).

– Guarapuava: 18h30, no Salão de Festas Grande da Sede Campestre do Sindicato dos Bancários (Rua Gralha Azul, 276, São Cristóvão)

– Londrina: 19h00, na sede do Sindicato

– Paranavaí: 18h00, no Anfiteatro do Sindicato (Rua Marechal Cândido Rondon, 1445)

– Toledo: 18h30, na sede sindicato (Rua 7 de setembro, 749)

 

Saiba mais: Bancos fazem proposta apenas de reposição da inflação, sem aumento real

Com lucros bilionários, bancos querem ficar 4 anos sem dar aumento real

 

Fonte: FETEC-CUT-PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *