CÂMARA MUNICIPAL LANÇA “DICIONÁRIO DO LEGISLATIVO”

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Ideia é aproximar a população dos termos usados pela Casa.

O que é Ordem do Dia? “É a orientação dada ao subordinado para que ele cumpra naquela data”. “É a lista de tarefas de uma pessoa”. “É a sequência de treino na academia”. Todas essas definições servem para o cotidiano dos cidadãos. Contudo, não explicam o jargão para o funcionamento de Casas Legislativas como a Câmara Municipal de Curitiba. Para os vereadores, assessores parlamentares e jornalistas, “Ordem do Dia” significa outra coisa. E é com a ideia de traduzir essa expressão que a Assessoria de Comunicação da CMC lança o programa “Dicionário do Legislativo”.

Na primeira publicação na página oficial da Câmara Municipal no Facebook se explica o significado: “Ordem do Dia é a segunda parte da sessão plenária, destinada à discussão e votação de projetos de lei e requerimentos”. Ou seja, é nela que estabelece e define como os temas serão discutidos e em qual sequência. Ainda de acordo com a Câmara, “com a exceção do recesso parlamentar, sempre divulgamos a ordem do dia de cada semana toda sexta-feira”.

Outras definições sobre o funcionamento da Câmara podem ser encontradas no site do Legislativo Municipal (https://www.cmc.pr.gov.br/dicionario.php). Uma delas é “Sessão Plenária”, como foi citado acima. Ela é definida pela “reunião dos parlamentares em plenário para debate ou deliberação de matérias. As sessões ordinárias são realizadas três vezes por semana, de segunda a quarta-feira, em horário regimental das 9h às 12h. Já as sessões extraordinárias acontecem em dia e hora diversos dos estabelecidos para as sessões ordinárias”.

A campanha “Dicionário do Legislativo”, por hora, se restringe às redes sociais. Por outro lado, como informa o coordenador de comunicação Filipi Oliveira, a ideia é imprimir o material e até publicar em outdoor. Oliveira destaca a iniciativa de aproximar os jargões técnicos ao entendimento de todos. “Criamos uma série no Facebook da Câmara Municipal de Curitiba para explicar à população os temos e jargões legislativos. A ideia é aproximar o cidadão da política e dos vereadores, principalmente no ano de eleições municipais”, explica.

“Zerar a pauta”
Termo coloquial que significa colocar na ordem do dia e deliberar todas as proposições que estão prontas para apreciação do plenário.

Por Manolo Ramires, para o Sismuc
Terra Sem Males

anuncio-tsm-posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *