Campanha dos jornalistas não defende apenas salário

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Com início da campanha salarial, Sindijor defende avanço em questões sociais e de segurança

Simon Taylor

A primeira rodada de negociação da campanha salarial entre o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná e os representantes das empresas de comunicação acontece nesta terça-feira, dia 07 de julho.

De acordo com o presidente do Sindijor-PR, Gustavo Henrique Vidal, já na primeira negociação o objetivo é definir o reajuste salarial, para que outros temas sejam aprofundados. “O foco não deve ser apenas financeiro. Existem outras reivindicações que nos garantem melhor qualidade de vida e que precisam ser defendidas por todos os jornalistas”, resume o dirigente.

Entre os pontos presentes na minuta de reivindicações encaminhada aos patrões, o Sindijor destaca que dará prioridade ao debate sobre manutenção de todos direitos previstos na CCT; vale-alimentação; liberdade sindical; combate ao assédio moral; equipamentos de segurança; licença paternidade de 180 dias; e auxílio-creche para crianças até 6 anos.

“Ter um bom salário é importante, mas poder trabalhar num local estruturado, arejado e de boa convivência é fundamental para manter a saúde em dia. Sabemos que nosso estado mental é importante para a nossa função e ter tranquilidade no trabalho é tão indispensável quanto receber aumento de salário”, defende Gustavo.

O presidente do Sindijor também destaca a importância de combater o assédio moral e de exigir os equipamentos de segurança para o exercício da profissão. “Focamos no fim do assédio moral. É um mal que todos enxergam na redação, mas poucas pessoas, por medo ou intimidação, têm coragem de denunciar. Vamos combater essa perseguição econômica, da ameaça ao emprego de jornalistas para que trabalhem como desejam chefes e empresários. Nossa luta não é por dinheiro. Exigimos respeito e valorização”.

A segunda manifestação contra perseguições aos jornalistas paranaenses acontecerá no próximo sábado (11) às 10h na Boca Maldita em Curitiba. Todos convidados, jornalistas ou não. Clique na imagem acima para confirmar presença ou ter outras informações sobre o ato.

Confira entrevista exclusiva com o presidente do Sindijor-PR.

Por Paula Zarth Padilha
Terra Sem Males

Um comentário em “Campanha dos jornalistas não defende apenas salário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *