Conselho Nacional de Direitos Humanos vai ao Pará acompanhar os desdobramentos do massacre em Pau D’Arco

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Massacre aconteceu na manhã desta quarta (24), apenas um dia após ato organizado pelo colegiado para denunciar o aumento da violência no campo

Apenas um dia após o ATO DENÚNCIA “Por direitos e contra a violência no campo”, realizado na última terça-feira (23) em Brasília, dez trabalhadores rurais foram mortos e vários feridos em um massacre na fazenda Santa Lúcia, localizada no município de Pau D’arco, no sudeste do Pará, durante ação das Polícias Civil e Militar na manhã desta quarta-feira (24).

O Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH), que organizou o Ato em conjunto com movimentos sociais e órgãos públicos com atuação em direitos humanos, deliberou em sua 27ª Reunião Ordinária, na tarde desta quarta-feira (24), ir ao Pará em missão emergencial para acompanhar o caso. 

A missão, que será composta presidente do Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH), Darci Frigo, pela Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat,  pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, Deputado Paulão, e pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Federal da Ordem dois Advogados do Brasil (OAB), tem como objetivo acompanhar a perícia e exigir que seja feita a investigação que levará à responsabilização dos culpados pelo massacre.

Fonte: Assessoria da CNDH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *