Estudo de caso sobre o site Terra Sem Males como tendência de comunicação popular está disponível para leitura

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

O estudo sobre o Terra Sem Males foi a primeira dissertação defendida no Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagem (PPGEL) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Já está disponível para leitura a dissertação de mestrado da jornalista Vanuza Santos, “Tendências da Comunicação Popular no contexto das tecnologias da informação: um estudo de caso do site Terra Sem Males“. O estudo sobre o Terra Sem Males foi a primeira dissertação defendida no Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagem (PPGEL) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), na linha de pesquisa Estéticas, Modernidade e Estudos Contemporâneos.

De acordo com descrição de Vanuza sobre o projeto, o objetivo do trabalho é apresentar tendências da comunicação popular, suas relações com as tecnologias digitais e seus resultados como processo comunicacional que atua diretamente na formação do indivíduo e no seu papel como cidadão.

Orientada pelo professor Marcelo Fernando de Lima e avaliada pela professora Maurini de Souza  (UTFPR) e pelo professor Elson Faxina (UFPR), todos jornalistas, o estudo de caso utilizou como base três reportagens publicadas no portal Terra Sem Males: “Atingidos pela Lama da Samarco (Vale/BHP-Billiton) não são só os desabrigados”; “24 horas num acampamento sem terra” e “Massacre de Beto Richa deixa mais de 200 feridos”.

De acordo com Vanuza, a análise reforça a tese de que a comunicação popular pode ser feita por pessoas que não moram nas comunidades retratadas nas reportagens e, com esta pesquisa, pretende contribuir para a discussão sobre o papel da comunicação popular, das tecnologias da informação e dos líderes de opinião na democratização da informação e na produção de conteúdo que contemple pessoas que vivem à margem da sociedade.

O texto, dividido em oito capítulos, pode ser lido na íntegra neste link ou abaixo:

 

Por Paula Zarth Padilha
Terra Sem Males

 

Um comentário em “Estudo de caso sobre o site Terra Sem Males como tendência de comunicação popular está disponível para leitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *