Exposição de fotografias apresenta Vigília do MST contra despejos em Cascavel (PR)

Compartilhe esta notícia.

Com cerca de 80 imagens, a mostra será itinerante e voltada à divulgação da resistência contra os despejos no Paraná  

Foto: Ednúbia Ghisi

A Vigília Resistência Camponesa: por Terra, Vida e Dignidade, localizada em Cascavel, Oeste do Paraná, vai se tornar tema de uma exposição de fotos a partir desta sexta-feira, 6 de março. A “Expofotos Vigília Resistência Camponesa” vai reunir cerca de 80 imagens sobre a rotina da Vigília e o cotidiano das famílias dos acampamentos Dorcelina Folador, Resistência Camponesa e 1 de agosto, que resistem a ameaças de despejo.

A exposição acontecerá das 14h às 20h30 na Sintrivel Sede Recreativa, Rua Portugal, 1672, Cascavel, PR, com feira de alimentos produzidos pelas três comunidades. O objetivo é que a exposição circule em outros locais, municípios do Paraná e estados brasileiros, como forma de divulgação da luta das famílias Sem Terra em defesa de suas comunidades. 

As fotografias são de autoria de pessoas acampadas e assentadas em comunidades do MST, comunicadoras populares e apoiadoras das comunidades. As imagens são de Paulo Porto, Indianara Maia, Victor Hugo, Júlio César, Ednubia Ghisi, Luana Fagundes, Diangela Menegazzi, Maikeli Gomes, Eliana de Oliveira e Indianara de Oliveira.

A iniciativa é da própria organização da Vigília, inspirada na experiência da mobilização contra o despejo da comunidade Quilombo Campo Grande, em Minas Gerais, entre 2018 e 2019, quando também foi organizada uma exposição itinerante.

O que é a Vigília

Desde o dia 28 de dezembro de 2019, as famílias das três comunidades sob risco de reintegração de posse estão em vigília diária às margens da BR 277, KM 557, em Cascavel, para denunciar os despejos e ataques do Governador Ratinho Júnior (PSD). Os acampamentos existem há cerca de 20 anos e são formados por 212 famílias, num total de 800 pessoas, entre elas aproximadamente 250 crianças. 

Em 2019, o governo do Paraná despejou 9 acampamentos, deixando mais de 500 famílias sem moradia e local de produção.

>> Saiba mais em: https://www.facebook.com/resistenciacamponesaoestepr

  • Serviço
  • Quando: dia 06/03, das 14h às 20h30
  • Expofotos Vigília Resistência Camponesa
  • Local: Sintrivel Sede Recreativa, Rua Portugal, 1672, Cascavel, PR

2 comentários em “Exposição de fotografias apresenta Vigília do MST contra despejos em Cascavel (PR)

  • 4 de março de 2020 em 15:14
    Permalink

    Eu acho uma injustiça, o que estão fazendo com esses trabalhadores. Pois são eles quem produz alimentos saudáveis sem destruir a natureza, criam e educam seus filhos, em ambientes onde são livres,para brincarem e conviverem com a família, sem tomar ou seja sem ocupar vagas de crianças que estão nas cidades, nas ruas por não possuir vagas em creches ou escolas. Ao invés dos policiais estarem fazendo segurança para as crianças nas cidades que não podem nem mesmo saírem de suas casas, pois morrem com balas perdidas. Estão indo nós Acampamentos tirando a paz das crianças? Isso é justo?? Por favor senhores governadores parem de pensar em aumentar presídios!! Pensem em envestir em Assentamentos dar uma vida digna as famílias que já vivem à anos. Lutando pelos seus direitos, o estado só tem a ganhar,pois diminuí o desemprego e a criançada na rua? Pense com o coração, com amor, pare de mandar polícia afrontar com quem não está fazendo mal a ninguém! Só querem trabalhar e produzir alimentos saudáveis, hoje parece não dar dinheiro, mas se alimentar bem diminuí as filas dos SUS. Diminui os bandidos, pois os pais convivem com as famílias. Obrigada! Povo Guerreiros! Estamos juntos! Pátria livre! Venceremos

    Resposta
  • 12 de abril de 2020 em 1:15
    Permalink

    Eu acho muito errado porque essas pessoas são de bem.produz alimentos saudáveis.prá todos.porque fazem isso com eles.por isso que o mundo está assim e o nosso DEUS MANDA ESSA PRAGA NA TERRA PRÁ VER se o homem aí fora tem mais amor com o próximo

    Resposta

Deixe uma resposta para Maria Aparecida Lourenço Gonçalves Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *