Governo encerra negociação e oferece 5% de reajuste em duas parcelas para professores

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Professores em ato nesta quinta-feira, 14 de maio. Foto: Joka Madruga

De acordo com informações publicadas pela Agência Estadual de Notícias, órgão oficial do Governo do Paraná, “o Governo reconheceu nesta quinta-feira (14) o encerramento das negociações com os sindicatos que representam servidores públicos”. A última reunião aconteceu na terça-feira (12).

O governo também anunciou que enviou projeto de lei para ser votado na Assembleia Legislativa do Paraná, com  proposta de reajuste de 5% nos salários, “a ser pago em duas parcelas, conforme a capacidade orçamentária e financeira do Estado”. A inflação para o período da data-base da categoria é de 8,17%.

Nesta quinta-feira, a APP Sindicato reuniu os servidores públicos em greve em dois atos em Curitiba, na Receita Estadual e na Secretaria da Fazenda, protestando contra, por exemplo, o reajuste de salário dos deputados estaduais em 26%. “As medidas anunciadas não representam qualquer sinalização de diálogo. Pelo contrário, acirram o impasse, visto que governo anuncia que suspendeu negociações e fala em medidas punitivas”, manifestou-se a direção na APP em sua fanpage no facebook.

Os professores estaduais estão em greve desde o dia 27 de abril e foram massacrados pela polícia em uma manifestação no dia 29 de abril. É a segunda greve dos professores estaduais em 2015, já paralisaram as atividades durante 29 dias nos meses de fevereiro e março.

Saiba maisMais um massacre: Beto Richa anuncia 5%, descontos e processos

Por Paula Zarth Padilha
Terra Sem Males

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *