Índios acampam em Brasília durante semana de Mobilização Nacional Indígena

Compartilhe esta notícia.

Índios do Acampamento Terra Livre (ATL), em Brasília. Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

Cerca de 1,5 mil índios de todo o país participaram nesta semana do Acampamento Terra Livre, uma vigília realizada em Brasília, durante a Mobilização Nacional Indígena em alusão ao Dia do Índio, lembrado no próximo domingo, 19 de abril. 

Na tarde da última quinta-feira, 16, alguns dos manifestantes participaram de uma sessão especial no Senado Federal em homenagem aos índios. De acordo com a Agência Brasil, parte dos índios que estavam acampados no gramado em frente ao Congresso Nacional não pôde entrar no prédio porque a Polícia Militar fez um cordão de isolamento para garantir que o grupo não entrasse.

Durante a sessão solene, os índios protestaram contra a Proposta de Emenda à Constituição 215, que transfere do governo federal para o Congresso a atribuição de oficializar Terras Indígenas, Unidades de Conservação e territórios quilombolas.

Matéria da Agência Senado informa que o senador Telmário Mota se comprometeu em recolher assinaturas para a abertura de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar as denúncias de assassinatos de índios em Roraima. De acordo com o índio Anselmo Ianomâmi, no ano passado 140 índios dos povos ianomâmi, iecuana, sanomá e xirixana, que vivem em Roraima e no Amazonas, morreram em um período de seis meses.

Lideranças indígenas que estavam em Brasília também levaram à Comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal reivindicações e denúncias de violações contra comunidades indígenas no país.

Saiba mais: Mobilização Nacional Indígena espalha-se em atos pelo país

Em vigília, indígenas exigem que ministros do STF garantam seus direitos

Blog Mobilização Nacional Indígena 2015

Por Paula Padilha
Terra Sem Males 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *