JUSTIÇA PARA A PROFESSORA ESTELA PACHECO

Compartilhe esta notícia.

Neste 14 de outubro, o assassinato da professora Estela Pacheco completa 15 anos. O acusado de matá-la, Mauro Janene, ainda não foi levado a julgamento. Para marcar o dia e protestar contra a lentidão da Justiça, o Movimento Justiça para Estela realizará um manifesto na Praça do Fórum, às 12 horas, em Londrina-PR. O objetivo é mostrar que a sociedade não vai se calar diante do risco de prescrição de um crime bárbaro como este.

Estela foi morta, em 14 de outubro de 2000, dentro do apartamento onde morava Mauro Janene e depois atirada de uma altura de 36 metros. O Movimento foi criado a partir da indignação e revolta com a lentidão da Justiça e a série de manobras da defesa do acusado, que conseguiu adiar o júri popular por cinco vezes. Atualmente, o júri está suspenso devido à liminar no Habeas Corpus nº 125.610-PR, concedido pelo Ministro do STF, Marco Aurélio.

Desde então, o grupo passou a se reunir para pensar formas de mobilização para pressionar o Judiciário. Algumas ações já foram desenvolvidas a partir de audiências com o promotor Ronaldo Costa Braga. Também foi criado um site com informações sobre quem era Estela, a cronologia completa do crime, as manobras da defesa para adiar o julgamento de Mauro Janene e notícias do processo.

A cobertura da imprensa é muito importante para não deixar esquecido este crime e ajudar a fazer com que a Justiça seja efetiva para todos e não apenas para poderosos. O Movimento Justiça para Estela busca o apoio da sociedade. Infelizmente, sem pressão popular é grande o risco de prescrição do crime.

Queremos justiça para Estela!

Serviço:
Local: Praça do Fórum, em Londrina-PR.
Horário: às 12 horas, de 14/10/2015.

Fonte: Movimento Justiça para Estela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *