Lula pode ser solto ainda hoje

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Por Paula Zarth Padilha | Foto: Joka Madruga/Agência PT

Na manhã desta sexta-feira, 8 de novembro, data em que a Vigília Lula Livre, em Curitiba, completa 580 dias de resistência, o Bom Dia Lula anunciou a ampliação das caravanas de militância pela liberdade do ex-presidente, tanto em frente à sede da Polícia Federal, onde Lula é mantido preso desde 7 de abril de 2018, quanto na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, até que ele seja solto. A coordenação da Vigília anunciou que Lula fará um pronunciamento à nação na sede de seu sindicato de origem, em São Bernardo do Campo (SP), quando sair de Curitiba. Os advogados de Lula, Cristiano Zanin e Valeska Martins, entraram na sede da PF por volta das 10h para conversar com o ex-presidente e ainda não falaram com a imprensa.

Foto: Joka Madruga/Agência PT

Ao sair, Zanin concedeu entrevista coletiva à imprensa. Ele afirmou que o foco de trabalho neste momento é protocolar pedido de alvará de soltura imediato pois não há respaldo jurídico para manter Lula encarcerado. Zanin disse, ainda, que a batalha jurídica continua pela declaração de nulidade do processo. O advogado falou que a decisão do STF deu esperanças a Lula. O perímetro do entorno da Vigília Lula Livre já foi isolado pela polícia militar e um palco começou a ser instalado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *