Nove governadores chegam a Curitiba e são impedidos de visitar Lula

Compartilhe esta notícia.

Os governadores Waldez Góes (PDT-AP), Tião Viana (PT-AC), Renan Filho (MDB-AL), Camilo Santana (PT-CE), Flávio Dino (PCdoB-MA), Ricardo Coutinho (PSB-PB), Wellington Dias (PT-PI), Paulo Câmara (PSB-PE) e Rui Costa (PT-BA) desembarcaram em Curitiba nesta terça-feira, 10 de abril, para prestar solidariedade ao ex-presidente Lula, que está preso na sede da Polícia Federal, na capital paranaense.

Eles foram impedidos de visitar Lula por um despacho de indeferimento da Justiça Federal do Paraná, sob a justificativa de “Nenhum outro privilégio foi concedido, inclusive sem privilégios quanto a visitações, aplicando-se o regime geral de visitas da carceragem da Polícia Federal” e, ainda, sendo considerado no documento que “não há fundamento para a flexibilização do regime geral de visitas próprio à carceragem da Polícia Federal. Desse modo, deverá ser observado o regramento geral”.

Desde a noite de sábado, 7 de abril, quando Lula chegou a Curitiba, um grande acampamento ocupa as ruas na região da sede da PF. Atos políticos de apoio ao ex-presidente são realizados diariamente, reafirmando sua situação de preso político.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT) e o senador Roberto Requião (MDB) acompanharam a visita dos governadores à sede da PF, que deixaram uma carta para Lula e seguiram para um ato no acampamento.

Por Paula Zarth Padilha
Foto: Joka Madruga/Agência PT
Terra Sem Males

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *