Pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social em Curitiba receberam um grande almoço no último domingo (17)

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Ação fez parte do III Dia Mundial dos Pobres, criado pelo Papa Francisco

A Igreja Católica celebrou neste domingo (17) o III Dia Mundial dos Pobres. Em várias regiões do mundo foram feitas diversas atividades concretas para chamar a atenção para os menos favorecidos. Em Curitiba-PR, a Paróquia Senhor Bom Jesus dos Perdões, que fica ao lado da Praça Rui Barbosa, preparou um almoço para 500 pessoas.

Mais de 30 voluntários ajudaram na organização, servindo as refeições para as pessoas em situação de rua e vulnerabilidade social. Toda a comunidade parowuial doou alimentos e o refrigerante deste almoço. O cardápio foi risoto com quatro tipos de saladas e refrigerante. Homens e mulheres de várias idades estiveram presentes no chamado “Almoço Fraterno”.

Márcia Nunes e Flavia Scalsavara assistentes social e funcionárias da paróquia coordenaram este ação e ressaltaram que “este almoço ajudou a valorizar o trabalho do serviço social e une os paroquianos num bem maior”.

Flávia e Márcia. Foto: Joka Madruga/Pascom Bom Jesus dos Perdões

Dia Mundial dos Pobres
Entre 2015 e 2016 aconteceu o Ano Santo da Misericórdia, por iniciativa do Papa Francisco. Fruto deste momento foi a instituição do Dia Mundial dos Pobres, sempre no domingo que antecede a celebração de Cristo Rei. A data foi oficializada na Carta Apostólica “Misericordia et misera” (misericórdia e mísera), publicada exatamente no dia em que se concluiu o Ano Santo.

O pároco Frei Alexandre Magno Cordeiro da Silva OFM, na paróquia Senhor Bom Jesus dos Perdões, relembra que a mudança radical de São Francisco de Assis foi o encontro com o leproso.

“A partir deste encontro ninguém mais disse o que ele deveria fazer, mas o próprio Senhor o revelou”, afirma o frade menor.

Este foi um dos momentos que originou no carisma franciscano o ir ao encontro com o mais pobre. “O pobre é o sacramento de Deus”, finaliza o frei.

Frei Alexandre, pároco. Foto: Joka Madruga/Pascom Bom Jesus dos Perdões

Em seu início de pontificado, o papa Francisco deixou claro que ele gostaria de seguir e apresentar Jesus Cristo para toda a humanidade como fez o santo de Assis. “O papa chama toda a igreja para esta sensibilização no contato com o pobre. Como toda nossa sociedade também a Igreja vive, às vezes, distante dos pobres e reproduz uma certa indiferença com os empobrecidos. E o papa nos recorda este aproximar do pobre, de abracar o pobre, de ter cheiro de pobre. Só assim poderemos salvar nossa Igreja. Então, na véspera da celebração do Cristo Rei é necessário que abracemos o Cristo na pessoa do pobre”, conclui Frei Alexandre.

Chá Fraterno
Recentemente o projeto “Chá Fraterno”, da paróquia Senhor Bom Jesus dos Perdões, foi honrado com um reconhecimento pela arquidiocese de Curitiba, através do Fundo de Solidariedade, por ser uma atividade social relacionada com a Campanha da Fraternidade de 2019.

Momento do almoço. Foto: Joka Madruga/Pascom Bom Jesus dos Perdões

Este é um projeto social de serviço de garantia de direitos, que atende pessoas em situação de vulnerabilidade social e rua e existe há sete anos. Os usuários são encaminhados para retirar documentos, tratamento de dependência química, fortalecer o vínculo com a família, de forma expontânea.

São distribuídos por mês mais de 2500 lanches e feitos aproximadamente 200 encaminhamentos para atendimentos aos serviços públicos necessários.

CLIQUE AQUI PARA VER TODAS AS FOTOS DO ALMOÇO FRATERNO EM CURITIBA

Criança brinca durante o almoço. Foto: Joka Madruga/Pascom Bom Jesus dos Perdões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *