Sem Terra fecham rodovias no Paraná

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Na imagem, cavalgada do MST, em novembro de 2014, Itaberá-SP. Foto: Joka Madruga.

Na manhã desta sexta-feira (17),  integrantes MST, fecharam 13 rodovias estaduais e federais em todas as regiões do Paraná. O objetivo da ação é exigir a punição dos responsáveis pela morte dos 21 trabalhadores rurais Sem Terra assassinados no Massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará, em 1996, e cobrar agilidade na realização da Reforma Agrária.

As mobilizações que fazem parte da Jornada Nacional de Luta pela Reforma Agrária tem duração de 21 minutos, em memória aos 21 trabalhadores sem terra assassinados em Eldorado.

Estão incluídas as rodovias federais e estaduais de Cascavel, Alto Paraíso, Guairaçá, Cruzeiro do Sul, Imbaú, Faxinal, Lerroville, Porecatu, Jacarezinho, Congoinhas, Carlópolis, Ribeirão do Pinhal e Laranjeiras do Sul.

Além das paralisações nas rodovias, os Trabalhadores Sem Terra fecham, por 21 minutos, também duas praças de pedágio, em São Miguel do Iguaçu e Imbaú. Após, abrirão as cancelas até passar o fluxo de carros.

Acesse aqui a página do MST e acompanhe as informações da Jornada Nacional de Luta pela Reforma Agrária, com ações em todo o país.

Um comentário em “Sem Terra fecham rodovias no Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *