Servidores públicos do Paraná | Após proposta de 1% de reajuste, dirigentes sindicais acampam dentro do Palácio Iguaçu

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Dirigentes sindicais que integram o Fórum de Entidades Sindicais (FES) estão acampados no Palácio Iguaçu até que o governo do estado apresente uma proposta de reajuste salarial de acordo com a realidade financeira do estado.

Desde às 10h da manhã desta segunda, eles estão na sede do Poder Executivo após terem sido convidados pela governadora Cida Borghetti para prosseguir com as negociações pela reposição salarial 2018. No entanto, ao contrário da previsão, de que seria apresentado percentual semelhante ao dos servidores do Legislativo e do Judiciário, de 2,76%, Cida propôs 1% de reajuste. O índice não repõe nem mesmo a inflação do período.

A governadora se limitou a presentar a proposta e deixou o restante da reunião com o titular da SEFA, José Luiz Bovo, que desconhecia os números do estado.

Os dirigentes garantem que vão permanecer no Palácio Iguaçu até que o governo faça o debate com base nos estudos realizados por especialistas na área.

Integram a comissão, dirigentes da APP-Sindicato, Sindsaúde, Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná, Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná, Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Paraná e Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Paraná.

Abaixo, a carta entregue aos deputados estaduais por liderança sindicais que passaram a tarde na ALEP:

SEFA SE NEGA A APRESENTAR OS DADOS DA RECEITA DO ESTADO

Na manhã desta segunda-feira (25/06) a governadora Cida Borgheti apresentou 1% de reajuste aos servidores.

IMPASSE: os servidores não aceitam esse índice e não concordam com os dados da Secretaria da Fazenda (SEFA).

Queremos retomar o debate dos números. Estamos no Palácio Iguaçu aguardando que a SEFA venha apresentar os dados.

INTERMEDIAÇÃO: SOLICITAMOS QUE OS DEPUTADOS FAÇAM UMA COMISSÃO DE NEGOCIAÇÃO E VENHAM PARA O PALÁCIO IGUAÇU.
QUEREMOS A REABERTURA DA NEGOCIAÇÃO.

Entendemos que não há condições de se votar o reajuste dos demais poderes em 2,76% e dos servidores do Poder Executivo em 1%.

Vejam os nossos dados:

Com os dados apresentados pelo FES demonstramos que é possível aplicabilidade do índice de 2,76%.

Fórum das Entidades Sindicais – FES
Curitiba, 25 de junho de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *