STF determina que Cunha acate denúncia de impeachment de Michel Temer

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Por Paula Zarth Padilha
Terra Sem Males

Após o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), anunciar na última sexta-feira, 01 de abril, que arquivou pedido de impeachment contra o vice-presidente Michel Temer (PMDB) feito por Cid Gomes, nesta terça-feira, 05 de abril, uma liminar do Ministro do STF Marco Aurélio Mello determinou que o processo de investigação seja acatado.

A íntegra da liminar ainda não está disponível na tramitação do mandado de segurança 34087, mas já foi publicada em alguns portais de notícia.

O pedido de liminar foi protocolado no STF por um advogado, que também pedia a suspensão do processo de impeachment da presidente Dilma, já em andamento na Câmara, mas Marco Aurélio salientou que essa decisão já foi proferida pelo STF.

Na inicial, ele argumenta que Michel Temer também assinou as chamadas “pedaladas fiscais”, que é o motivo de estar correndo processo contra a presidente Dilma.

Em tempo: acesse aqui divulgação oficial do STF publicada às 17h00

anuncio-tsm-posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *