Trabalhadores rurais acampados distribuem mais de 1 tonelada de alimentos no Paraná

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

Cerca de 500 agricultoras e agricultores acampados do Sudoeste do Paraná realizaram uma marcha pelo centro do município de Clevelândia, no início da tarde desta sexta-feira (17), para reivindicar Reforma Agrária na região.

As famílias do MST trouxeram cerca de uma tonelada e meia de alimentos orgânicos para distribuir à população urbana, como forma de mostrar a produtividade dos acampamentos.

Os trabalhadores fazem parte de sete comunidades de acampamento que estão sob ameaça de despejo. Quatro delas integram o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST): Mãe dos Pobres 2 e Terra Livre, do município de Clevelândia, Sete Povos das Missões, de Honório Serpa, União Pela Terra, de Mangueirinha.

A atividade terá continuidade ao longo da tarde, com uma Audiência Pública sobre a regularização fundiária das áreas da Massa Falida da Empresa Olvepar e da madeireira Campos de Palmas, onde estão os acampamentos.

A audiência é promovida pela Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa, e terá a presença do presidente da comissão, o deputado Tadeu Veneri (PT), e da deputada Luciana Rafagnin (PT), o deputado federal Zeca Dirceu (PT), além de representantes do governo estadual e dos municípios das comunidades.

Por Ednubia Ghisi e Kelen Alves

Fotos: Daniel Rodrigues e Kelen Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *