69% DOS BANCÁRIOS DE CURITIBA E REGIÃO ADERIRAM À GREVE

Compartilhe esta notícia.

Nesta sexta-feira, 09 de outubro, a greve nacional da categoria bancária completa quatro dias com trabalhadores de 248 agências paralisados. Somando-se aos funcionários de 11 centros administrativos de bancos da capital, cerca de 12,7 mil bancários estão em greve, percentual que corresponde a 69% da categoria em Curitiba e região, onde trabalham 18.525 bancários (dados do Caged de agosto/2015), distribuídos em 539 agências e centros administrativos.

No Paraná, de acordo com apuração da Fetec-CUT-PR, 582 agências bancárias estão paralisadas nas bases de Apucarana, Campo Mourão, Cornélio Procópio, Curitiba, Guarapuava, Londrina, Paranavaí, Toledo e Umuarama, com aproximadamente 17,3 mil bancários de braços cruzados. Essas bases representam 80% da categoria no Estado. Em todo o Paraná a categoria é formada por 31.514 trabalhadores (Caged/ago2015), distribuídos por 1.592 agências (BC/set2015). No total, os funcionários de 963 agências estão em greve, considerando as demais regionais.

A semana é encerrada com nenhuma sinalização por parte dos banqueiros de retomada das negociações. Uma assembleia de organização (sem votação) será realizada na próxima terça-feira, dia 13, para fortalecimento e mobilização da categoria, no Espaço Cultural dos Bancários, em Curitiba.
Confira imagens da greve dos bancários em Curitiba registradas pelo repórter fotográfico Joka Madruga:
Greve dos bancários em Curitiba. Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba
Greve dos bancários em Curitiba. Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba

 

Primeiro dia da greve dos bancários.

Greve dos bancários em Curitiba. Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba

 

Primeiro dia da greve dos bancários.

Greve dos bancários em Curitiba. Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba

 

Primeiro dia da greve dos bancários.

Greve dos bancários em Curitiba. Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba

 

Texto: Paula Zarth Padilha
Fotos: Joka Madruga
Terra Sem Males

 

anuncio-tsm-posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *