A Caixa é do Povo, a Caixa não se vende

Compartilhe esta notícia.

Empregados da Caixa aclamam manifesto pela Caixa 100% Pública

Na tarde desta quarta-feira, 25 de fevereiro, durante Audiência Pública realizada na Câmara dos Deputados, em Brasília, diversas lideranças nacionais de empregados da Caixa falaram em defesa do banco.

A Fenae propôs um manifesto em defesa da Caixa, “A Caixa é do Povo, a Caixa não se vende”, que foi lido e aclamado pela plateia.

Dados referentes ao ano de 2014 foram apresentados por Maria Rita Serrano, representante eleita como suplente no Conselho de Administração da Caixa:

– mantém 101,5 mil empregados, sendo 3,9 mil contratados em 2014;
– é responsável por 67,7% dos contratos de habitação, sendo 58% com recursos próprios (não inclui o programa Minha Casa, Minha Vida);
– mantém 35,7% dos depósitos em poupança;
– cerca de 1 milhão de contas são abertas por mês;
– é responsável por 19,8% do crédito;
– pagou 176 milhões de benefícios sociais, com valor de R$ 28 bi, sendo R$ 26 bi do Bolsa Família;
– pagou 173,5 bilhões de pagamentos de benefícios a trabalhadores (seguro desemprego, abono, PIS);
– mantém 132,7 milhões de contas ativas no FGTS;
– as loterias arrecadaram R$ 13,5 bilhões sendo que R$ 5,2 bilhões foram transferidos para programas sociais;
– nos últimos 10 anos, a Caixa repassa em média 45% do lucro líquido para o tesouro.

Paula Padilha
SEEB Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *