BANCÁRIOS DECIDEM HOJE EM ASSEMBLEIA GREVE A PARTIR DO DIA 06

Compartilhe esta notícia.

Nesta quinta-feira, 01 de outubro, serão realizadas assembleias de deflagração de greve por trabalhadores bancários de todo o país. Em Curitiba, a assembleia acontece a partir das 18h30 (primeira convocação), no Espaço Cultural dos Bancários (Rua Piquiri, 380). O indicativo é que a proposta dos banqueiros seja rejeitada e a greve seja deflagrada a partir da próxima terça-feira, 06 de outubro.

Banqueiros oferecem proposta rebaixada

A data-base dos bancários é 01 de setembro e a proposta dos trabalhadores, construída nacionalmente desde maio com debates regionalizados, foi apresentada aos bancos dia 11 de agosto. As negociações temáticas foram iniciadas dia 19 de agosto, mas somente dia 25 de setembro a Fenaban apresentou a proposta dos banqueiros: reajuste de 5,5% sobre salários, piso, benefícios e participação nos lucros.

O índice está muito abaixo da inflação e a reivindicação dos bancários para remuneração é de 16%, para contemplar 5,7% de aumento real. A proposta patronal é resumida em questões econômicas, mesmo com uma extensa pauta dos trabalhadores sobre saúde, segurança, igualdade de oportunidades e condições de trabalho e emprego, os bancos não ofereceram nada.

Na avaliação do presidente do Sindicato dos Bancários de Curitiba e região, Elias Jordão, que é membro do Comando Nacional dos Bancários e participa das negociações, pelo clima das negociações já era esperada uma proposta rebaixada. “Os bancos, mais uma vez, tratam os bancários com descaso e empurram a categoria para a greve. A proposta foi decepcionante e frustrante!”, lamentou o dirigente em comunicado divulgado pela entidade.

Campanha Unificada com Convenção Coletiva de Trabalho nacional

As negociações da categoria bancária são em âmbito nacional. Representantes de sindicatos de diversas regiões do país formam o Comando Nacional dos Bancários, presidido pela Contraf-CUT, a confederação nacional da categoria filiada à CUT.  Paralelamente, há também a negociação com os sindicatos filiados à Contec, confederação filiada à CSP-Conlutas, mas a proposta é válida para ambos. A mesa de negociação é formada também pela Fenaban, a Federação Nacional dos Bancos, entidade patronal. Bancos públicos têm negociação separada para acordos aditivos específicos, mas seguem as decisões da Fenaban.

Há mais de 20 anos a campanha salarial dos bancários é unificada e há 11 anos os acordos contemplam aumento real nos salários (com reajuste acima da inflação) e direitos conquistados após greves históricas. Os bancários contam com benefícios como auxílio-refeição e alimentação, 13º cesta alimentação; participação nos lucros mais adicional fixo com distribuição linear do lucro do banco entre todos os funcionários; ampliação da licença-maternidade para 180 dias; vale-cultura.

Por outro lado, a categoria sofre com cobrança de metas, excesso de trabalho, alta rotatividade, fatores que geram adoecimento dos trabalhadores. E as instituições financeiras continuam, ano a ano, batendo recordes de lucratividade. De acordo com dados do Dieese, os cinco maiores bancos que operam no País (Itaú, Bradesco, Santander, Banco do Brasil e Caixa) lucraram R$36,3 bilhões no primeiro semestre de 2015, um crescimento de 27,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

Assembleia dos bancários em Curitiba

Data: quinta-feira, 01 de outubro 
Horário: 18h30 (primeira convocação)
                 19h00 (segunda convocação)
Local: Espaço Cultural dos Bancários 
            (Rua Piquiri, 380)

Por Paula Zarth Padilha
Terra Sem Males

anuncio-tsm-posts

One thought on “BANCÁRIOS DECIDEM HOJE EM ASSEMBLEIA GREVE A PARTIR DO DIA 06

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *