Conselho Nacional de Direitos Humanos vai ao Pará acompanhar os desdobramentos do massacre em Pau D’Arco

Compartilhe esta notícia.

Massacre aconteceu na manhã desta quarta (24), apenas um dia após ato organizado pelo colegiado para denunciar o aumento da violência no campo

Apenas um dia após o ATO DENÚNCIA “Por direitos e contra a violência no campo”, realizado na última terça-feira (23) em Brasília, dez trabalhadores rurais foram mortos e vários feridos em um massacre na fazenda Santa Lúcia, localizada no município de Pau D’arco, no sudeste do Pará, durante ação das Polícias Civil e Militar na manhã desta quarta-feira (24).

O Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH), que organizou o Ato em conjunto com movimentos sociais e órgãos públicos com atuação em direitos humanos, deliberou em sua 27ª Reunião Ordinária, na tarde desta quarta-feira (24), ir ao Pará em missão emergencial para acompanhar o caso. 

A missão, que será composta presidente do Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH), Darci Frigo, pela Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat,  pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, Deputado Paulão, e pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Federal da Ordem dois Advogados do Brasil (OAB), tem como objetivo acompanhar a perícia e exigir que seja feita a investigação que levará à responsabilização dos culpados pelo massacre.

Fonte: Assessoria da CNDH

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *