Conheça o projeto “Onde Eu Faço a Diferença?”

Compartilhe esta notícia.

Sindimovec lança canal de comunicação inédito em Campo Largo. O objetivo é mostrar o trabalho de instituições que fazem a diferença na sociedade

Por Regis Luís Cardoso

Quem não é visto não é lembrado. E o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas Montadores de Veículos, Chassis e Motores de Campo Largo – PR, Sindimovec, deixa sua marca na história. Trata-se do projeto “Onde Eu Faço a Diferença?”, que mostra, através de vídeos institucionais, o trabalho de entidades sem fins lucrativos que atuam na cidade. O primeiro vídeo do projeto, sobre a Escola de Campo Largo – ERCE, pode ser visto aqui.

O objetivo do Sindimovec é produzir audiovisuais e disponibilizá-los no seu próprio site. “A ideia surgiu através de trabalhos sociais realizados pela direção do sindicato. Percebermos que existe a necessidade de mostrar o trabalho de instituições, principalmente as sem fins lucrativos, que penam o ano todo e que muitas vezes não são lembradas como deveriam”, explica Adriano Carlesso, presidente do Sindimovec.

Segundo o diretor sindical, o projeto é uma ação que resgata a história dessas instituições e traz um olhar social que ultrapassa a atuação na defesa de uma categoria. Mostra também como essas entidades funcionam e, principalmente, como as pessoas podem fazer para ajudá-las. “Devemos enxergar a luta sindical como um movimento de classe. Que engloba a valorização de quem se solidariza e está no dia a dia trabalhando por melhores condições para nossa comunidade”, completa Carlesso.

Escola Campo Largo – ERCE

Segundo último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Campo Largo tem aproximadamente 120 mil habitantes e cerca de 350 entidades sem fins lucrativos. A primeira a ter sua história contada pelo projeto é a Escola de Campo Largo – ERCE, mantida pela Associação Erceana Campolarguense.

A ERCE presta atendimentos educacionais a deficientes mentais moderados a severos, associados ou não a síndrome. Os programas ofertados pela Escola são:

Educação Infantil (0 a 5 anos e 11 meses), Ensino Fundamental (6 a 16 anos e onze meses), Educação de Jovens e Adultos (a partir de 17 anos), Educação Profissional (a partir de 17 anos).

Além destes programas, há atendimentos complementares em Psicologia, Serviço Social, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Pedagogia, Pediatria , Neuropediatria e Psiquiatria (com informações: ERCE – PageFacebook).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *