Conselho Estadual de Direitos do Paraná, vinculado à Secretaria Estadual de Justiça, divulga nota de repúdio à violência do dia 29 de abril de 2015

Colabore com o jornalismo independente, compartilhe.

O Conselho Permanente de Direitos Humanos (Coped), órgão colegiado integrante da estrutura da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Estado do Paraná (SEJU), divulgou, ainda no dia 04 de maio, uma nota de repúdio aos atos do dia 29 de abril. O Coped afirma que “direitos humanos e fundamentais foram violados no Paraná”.

O Conselho declarou apoio às vítimas; exigiu a apuração de responsabilidades pelos três poderes; exige reparação simbólica às Normas Internacionais de Direitos Humanos  com a construção de um memorial às vítimas que retrate o massacre; entre outras medidas.

O documento destaca que “normas de direitos humanos e fundamentais foram violadas ao se permitir que prédios públicos das três instituições políticas do Estado fossem utilizados para se criar ambiente militarizado”, citando os cães, atiradores de elite, bombas de efeito moral, veículos blindados helicópteros, gás de pimenta e balas de borracha.

Confira a íntegra da Nota de Repúdio:

Por Paula Padilha
Terra Sem Males

Um comentário em “Conselho Estadual de Direitos do Paraná, vinculado à Secretaria Estadual de Justiça, divulga nota de repúdio à violência do dia 29 de abril de 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *