Cuba se recupera e começa a vencer a pandemia

Compartilhe esta notícia.

Apoie o Terra Sem Males, financie o jornalismo independente

A partir de amanhã, 3 de julho, Havana entra na fase um da recuperação e o restante do país passa à fase dois

Foto: Juan Pablo Carreras/ACN.

Logo no início Cuba tomou medidas duras contra o coronavírus. Fechou as fronteiras, escolas e comércio aberto somente o essencial. Foi obrigatório o uso de máscaras e a população levou a sério a quarentena.

Milhares de médicos e médicas, enfermeiros e enfermeiras e estudantes de medicina foram enviados de casa em casa para realizar os testes e assim tomarem as medidas necessárias de isolamento dos que dessem positivo.

Cuba tem aproximadamente 11 milhões de habitantes. Segundo o portal de Cuba, foram 86 mortes decorrentes pela Covid-19. Isto significa 0,73 falecimentos por 100 mil habitantes. No Brasil chegamos em algo como 18/100 mil.

O Terra Sem Males precisa da sua ajuda!

Clique aqui e seja um financiador.

Confira abaixo a nota do Conselho de Ministros do Governo Cubano:

Como já tinha sido informado, a partir das medidas tomadas e o esforço de nosso povo, todas as províncias do país, exceto Havana, encontram-se na primeira fase da primeira etapa da recuperação pós-Covid-19.

Revela-se justo dizer que sempre soubemos que Havana seria o lugar mais difícil e complexo no enfrentamento à pandemia, pelas características próprias que tem a capital do país.

Os resultados do trabalho realizado permitiram apreciar, nos últimos dias, o avanço no enfrentamento na capital, até chegar ao ponto em que faz sete dias se vêm cumprindo, de maneira geral, os indicadores sanitários estabelecidos, ainda que se registrem alguns casos diários, questão que faz parte deste processo.

Tendo em conta o anterior, o Grupo Temporário de Trabalho do Governo considerou que o cumprimento dos indicadores permite autorizar o início em Havana da primeira etapa da recuperação, em sua primeira fase, a partir da sexta-feira, 3 de julho, para o qual já se vem preparando.

A capital continuará sendo o local onde se concentram os maiores riscos, pelo qual os moradores de Havana deverão se incorporar a esta nova etapa com muita responsabilidade e cautela, cumprindo estritamente as medidas sanitárias estabelecidas.

Por outro lado, foi sendo monitorizado o comportamento da primeira fase da recuperação nas restantes províncias, o que avaliamos positivamente, verificando que os indicadores sanitários atingidos nesses territórios permitem passar a uma etapa superior.

Em consequência, o Grupo Temporário de Trabalho do Governo determinou autorizar a passagem das províncias e municípios do país à segunda fase da recuperação, a partir da sexta-feira 3 de julho, à exceção de Havana e Matanzas, e esta última província vai fazê-lo na próxima semana.

Chamamos a atenção acerca de que, do comportamento individual e coletivo da população, de maneira responsável, e do cumprimento bem-sucedido das medidas sanitárias, vai depender continuar avançando no processo de recuperação, minimizando os riscos, sobre o qual estamos certos de que vamos continuar contando com o apoio e a compreensão de nosso povo.

Conselho de Ministros

1º de julho de 2020”

Com informações do portal Granma.

Clique aqui para outras notícias INTERNACIONAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *