DIEESE promove debate sobre ajuste fiscal em Curitiba

Compartilhe esta notícia.

por Manoel Ramires
Terra Sem Males

Discussão ocorre no momento em que governo federal quer “apertar os cintos”

O governo não-eleito de Michel Temer tomou posição favorável ao ajuste fiscal. Essa é uma de suas principais bandeiras, além da privatização. Contudo, o ajuste tem sido proposto apenas em cima dos trabalhadores, A elite e classe econômica seguem com seus lucros e privilégios no país. Contra os trabalhadores e servidores públicos, por outro lado, as medidas visam congelamento de salários, investimentos e até a precarização de serviços.

Essas políticas de ajustes estão previstas na PEC 241 e PL 257. A PEC 214 congela investimentos por 20 anos em áreas essenciais. Já a PL 257 renegocia dívidas de estados e municípios tendo como contrapartida o sufoco do funcionalismo. Ambos os textos são tema da “3ª Jornada de Debates Públicos: desafios diante do ajuste fiscal”. O evento ocorre no Sindicato dos Servidores Municipais (Sismuc) e conta com apoio das centrais sindicais.

O debate em Curitiba também ocorre em outras capitais. De acordo com o economista do Dieese, Sandro Silva, o objetivo é ter uma narrativa nacional para enfrentar o ajuste: “A atividade vai ocorrer a nível nacional, principalmente nas capitais. O foco é debater a conjuntura do setor público nos últimos anos, com o foco no debate do “novo regime fiscal”, esclarece.

CPMF

No controle das contas públicas, o governo golpista estuda a retomada da CPMF. “A gente pode até admitir que a CPMF pudesse ser recriada por um período muito curto. Só que no Brasil, o provisório acaba se tornando definitivo. O ideal é que o governo cortasse mesmo na própria carne, sem aumentar a carga tributária”, alega o economista Gilberto Braga, professor da Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas Ibmec-RJ à Agência Brasil. Contudo, o Michel Temer tem elevado os gastos do Brasil principalmente para reajustar salários do judiciário, o que pode provocar efeito cascata nos estados e nas casas legislativas.

Agenda

Dieese: Desafios diante do Ajuste Fiscal
15 setembro
14 horas
Sismuc: Rua Monsenhor Celso, 225, 2º andar
Informações: 3225-2279

anuncio-tsm-posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *