Dieese: valor do salário mínimo deveria ser R$ R$ 3.182,81

Compartilhe esta notícia.

Cesta básica aumentou o preço em 14 das 18 capitais pesquisadas.

Nesta quarta-feira, 04 de março, o Dieese divulgou a pesquisa mensal sobre o valor da cesta básica, que aumentou em 14 das 18 capitais pesquisadas em fevereiro. O maior custo, de R$ 378,86 foi apurado em São Paulo. Com base nesse valor, é calculado o valor que deveria ser o salário mínimo, para suprir despesas previstas na Constituição Federal. Em fevereiro, o salário mínimo deveria ser de R$ R$ 3.182,81.O salário mínimo em vigor é de R$ 788.

Em Curitiba, o valor da cesta básica chegou a R$ 341,64, representando uma variação de 1,73% com relação à janeiro. Para calcular o valor da cesta básica, o Dieese coleta preços médios praticados no mercado para os seguintes produtos: carne, leite, feijão, arroz, farinha, batata, tomate, pão, café, banana, açúcar, óleo e manteiga, em quantidade equivalente à manutenção de uma família de dois adultos e duas crianças.

Os produtos com maiores variações mensal em Curitiba foram a banana, que subiu 9,49%, e o tomate, que subiu 6,93%. Os produtos em queda foram a batata (variação de – 18,22%) e a farinha (- 7,72%).

Acesse a íntegra do estudo do Dieese sobre a Cesta Básica.

Por Paula Padilha
SEEB Curitiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *