Escola COM política: Gaudêncio Frigotto lança livro em Curitiba

Compartilhe esta notícia.

Publicação reúne artigos que contestam o conceito de escola sem partido

O auditório do Colégio Estadual do Paraná, em Curitiba, recebeu nesta sexta-feira, 12 de maio, o lançamento nacional do livro Escola “sem” partido – Esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira. O evento contou com a presença de Gaudêncio Frigotto, organizador do livro e doutor em Ciências Humanas pela UFRJ.

O livro reúne artigo de diversas pesquisadoras e pesquisadores. Publicado pelo Laboratório de Políticas Públicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a publicação surgiu da necessidade de dialogar e contrapor as ideias de quem defende escolas de pensamento único, em que qualquer discussão política, partidária ou não, deve ficar de fora da sala de aula.

De acordo com Frigotto, a ideia do livro é trazer textos curtos para que, em especial, as/o educadoras/es possam ler entre uma aula e outra. Além de livrarias de todo o país, o livro será disponibilizado na internet a partir do mês de junho. De acordo com Frigotto, a ideia é que essas informações sejam trabalhadas nos “rincões mais distantes do país, onde também há ameaça da escola sem partido”.

Debate – O lançamento do livro fez parte de um seminário realizado pelo Núcleo Sindical Curitiba Sul, que abarca as/os filiadas/os da APP Sindicato da Região Sul da Capital. Confira um breve resumo das discussões.

“Política é a luta de quem está fora do direito para colocar suas necessidades em pauta. Assim é com o MST, movimento LGBT, negros, mulheres etc.” Para Frigotto, se a escola sem partido estivesse em vigor, todos esses grupos seguiriam sem espaço na sociedade. Foi graças ao debate político dentro e fora das escolas que se conseguiu ampliar os direitos sociais.

Para defender que as escolas e as/os professoras/es tenham liberdade sobre o que é ensinado o professor da UFRJ vai além: “A escola não é do governador, não é do diretor, não é do Bispo. É de todos e, por isso, ela tem que ter o contraditório”, argumentou Frigotto sobre a tentativa de tentar padronizar o pensamento nas salas de aulas.

Sintoma – Todo esse processo não está alheio a tudo que vem ocorrendo no país. Para o professor, acabar com a política nas escolas faz parte de um processo em que a classe dominante tenta conter o avanço das conquistas sociais. “Essa proposta de acabar com a política trabalha com um grau máximo de despolitização: o medo. Medo de falar, medo de pensar diferente”, afirmou Gaudêncio, que lembrou que esse medo precisa ser combatido para que o enfrentamento de ideias seja feito.

Caminho – Mas como enfrentar esse avanço tendo em vista que a lei já está em vigor em estados como Alagoas e aparecem na pauta de outros tantos? Para Frigotto, tudo o que não podemos é agir como os que defendem a escola sem partido. “Nosso lema não é o ódio. Nosso lema é a justiça. O que queremos é radicalizar a justiça. O melhor caminho é o diálogo, seja com os que pensam como a gente como com quem discorda”, complementa o professor.

Caminho II – A chefe do departamento de Educação da UFPR, Andrea Caldas, também contribui com a discussão. Para ela, um dos caminhos para combater o avanço da escola sem partido é focar em suas contradições. “Como podem pessoas que pregam o estado mínimo defenderem que haja total controle estatal sobre o que é ensinado em sala de aula?”, indaga a educadora.

No pacote – Andrea também lembrou que a ideia de escola sem partido não está alheia à Reforma do Ensino Médio, que foi implementada por Michel Temer por meio de Medida Provisória, e disparou: “São mudanças que não dialogam com os tempos em que vivemos e que sequer servem para garantir empregabilidade para os jovens. Nesse sentido, até as reformas do regime militar foram melhores que a que aí está”.

Por Marcio Mittelbach

Foto: Joka Madruga

Terra Sem Males

7 thoughts on “Escola COM política: Gaudêncio Frigotto lança livro em Curitiba

  • 14 de maio de 2017 em 15:56
    Permalink

    Prezados, por favor, como proceder para adquirir esse importante estudo?! Obrigada, Sandra.

    Resposta
    • 14 de maio de 2017 em 22:36
      Permalink

      Olá Sandra. Entre em contato com a APP-Sindicato. Eles devem orientar melhor.

      Resposta
  • 31 de maio de 2017 em 17:39
    Permalink

    Boa tarde!

    Estou escrevendo um artigo em razão do meu Trabalho de Conclusão de Curso, sobre o Movimento Escola Sem Partido, e gostaria de adquirir o livro do Professor Gaudêncio Frigotto, como eu faço para comprar o livro “Escola “sem” partido – Esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira”.

    Resposta
  • 17 de julho de 2017 em 16:12
    Permalink

    Como adquirir o livro: Escola “sem” partido: esfinge que ameaça a educação e a sociedade brasileira.

    Resposta
  • 20 de julho de 2017 em 19:49
    Permalink

    Olá gostaria de um resumo do livro escola sem partido pra ficar mais claro pra mim não estou assimilando o assunto.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *