Jornalistas sindicais e dirigentes se reúnem para planejar enfrentamentos de conjuntura num contexto de demissões nas secretarias de comunicação dos sindicatos

Compartilhe esta notícia.

Fortalecimento da comunicação contra-hegemônica tem como primeiro impasse o cenário de “sindicatos zumbis” que optam por demissão de jornalistas

Os jornalistas sindicais Murilo Bereta, do Andes (BA), e Luciano Farias, do Sinasefe (SC), abriram o 6º Seminário Unificado de Imprensa Sindical, realizado em Salvador, na manhã desta quinta-feira, 31 de maio.

O evento, realizado pelo Sindicado dos Jornalistas da Bahia e pelo Fórum de Comunicação da Classe Trabalhadora, tem como temática central “Fortalecer a comunicação sindical para enfrentar os ataques do capital” e reúne 115 dirigentes e jornalistas sindicais de 19 estados do país e de entidades vinculadas a todas as centrais sindicais.

Murilo apresentou o contexto que margeia a realização do Seminário em 2018, que ele definiu como “sindicatos zumbis”, em que o enfrentamento à atual conjuntura no país tem como primeira opção das entidades sindicais a demissão de seus jornalistas. “A comunicação sindical não vai bem, somos resistentes. A gente tem um monte de sindicatos zumbi demitindo jornalistas e o caminho para as mudanças é o inverso, pelo fortalecimento da comunicação”, afirma.

O jornalista também convidou todos colegas da categoria a formalizarem filiações nos sindicatos profissionais, ainda que seja para fazer a crítica na atuação. “A filiação nos sindicatos de jornalistas deve ser prioridade de todos nós”.

Luciano Farias falou sobre a construção histórica desse espaço de debates, que iniciou como seminário de imprensa sindical nos anos 2000 pelo Sindprevs/SC e que a partir de 2012 se tornou unificado, das diferentes categorias e centrais sindicais, e nacionais, e desde 2016 está se espalhando por diversas regiões do país, com edições em Florianópolis, Curitiba, Brasília e agora Salvador. “A unificação, a pluralidade e a importância de percorrer o país é para que os debates alcancem o maior número de profissionais e dirigentes”, afirmou.

O Seminário ocorre nesta quinta e sexta e o encerramento será no sábado, 02 de junho, com o IV Encontro Nacional dos Jornalistas Sindicais como parte da programação.

Por Paula Zarth Padilha
FETEC-CUT-PR

One thought on “Jornalistas sindicais e dirigentes se reúnem para planejar enfrentamentos de conjuntura num contexto de demissões nas secretarias de comunicação dos sindicatos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *