Lula: “Não devo e não temo”

Compartilhe esta notícia.

Lula reafirma para militantes que sempre esteve à disposição para prestar esclarecimentos e que PF, MPF e JF promoveram show midiático

Por Paula Zarth Padilha e Joka Madruga
Terra Sem Males

Na tarde desta sexta-feira, 04 de março, no diretório do Partido dos Trabalhadores em São Paulo, o ex-presidente Lula conversou com militantes após prestar depoimento à sede da Polícia Federal localizada no Aeroporto de Congonhas.

“Eu pensava que aos 70 anos de idade eu poderia me aposentar e ser somente cabo eleitoral. Eu acho que existe uma intenção nesse comportamento”, afirmou Lula.

Lula esclarece que já prestou vários depoimentos na Polícia Federal e no Ministério Público, e que chegou a suspender férias para ir a Brasília prestar depoimento a convite da PF. “Se o juiz Moro e o Ministério Público quisessem me ouvir, era só ter o mandado. Eu sempre fui prestar esclarecimento porque não devo e não temo. Eu estou vivendo um processo em que a pirotecnia vale mais do que qualquer coisa. O que vale mais é o show midiático do que a apuração séria e responsável. Eles acenderam em mim a chama e a luta continua”.

Confira abaixo o vídeo com a entrevista coletiva de Lula, transmitida pela TVT, a TV dos trabalhadores:

Ações dos trabalhadores em Curitiba

O Diretório Municipal do PT Curitiba convoca toda a militância para mobilização urgente e permanente. O local de concentração é no Sintracon (Rua Trajano Reis, 558 – São Francisco). Haverá também uma coletiva de imprensa às 16h na sede estadual do Partido (Al. Princesa Isabel, 160 – São Francisco), para a qual convoca-se também toda a militância. E às 18h30 tem plenária da Frente Brasil Popular/Fórum 29 de Abril, na APP (o local anteriormente divulgado foi no Sintracon, mas houve uma mudança e a plenária deve ocorrer na APP-Sindicato).

 

anuncio-tsm-posts

2 thoughts on “Lula: “Não devo e não temo”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *