MUNDO ENCANTADO

Compartilhe esta notícia.

O Fantástico mundo de Carlos Alberto. Neste planeta, numa dimensão paralela das Araucárias, ninguém de Pasárgada entra.

Ou entra, porque lá todo mundo é amigo do rei. Todo mundo goza dos benefícios do estado, autos salários, champagne e caviar.

Neste planeta, como em Pasárgada, ninguém é investigado. Ou se é, logo é abafado. E tem gente da gente, traz mais parente, cargo comissionado, pois se o dinheiro apertar, é só tirar do aposentado.

No fantástico mundo de Carlos Alberto, o Beto, nunca tem problema, nem esquema, pois quando se revela algo irregular, ele se esconde até a poeira baixar.

Não sei se em Pasárgada tem transporte integrado, gente se conectando para todo lado, porque no fantástico mundo de Beto, teletransporte há. Hoje se tá aqui, amanhã ali, depois acolá. E se alguma coisa apertar é só a culpa jogar.

No mundo fantástico não tem crítica nem crise, pois os puxa-sacos criados a leite com pêra blindam tudo. E se alguém insiste em mostrar por A mais B o caos, aos olhos da imprensa independente e oficial é desenhado como mal.

O fantástico mundo de Carlos Alberto é uma ilha chamada Playboylândia. Não, não me convidem para lá. Quero distância. Antes o ardor da realidade do que a purpurina da falsidade

 

Por Manolo Ramires
Pinga-fogo
Terra Sem Males

 

anuncio-tsm-posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *