O poder da reabilitação – Sobre a fala do Vilela e a nova fase do tricolor

Compartilhe esta notícia.

Durante entrevista coletiva concedida no último dia 20, o volante Leandro Vilela, prata da casa e um dos destaques do time que garantiu o acesso em 2017, fez um comparativo entre o Paraná da última década e o Paraná de hoje. O garoto de 22 anos afirmou que chegou a ficar nove meses sem salário. Lembrou ainda que por muitas vezes as refeições no Clube eram sem carne por falta de recursos.

É óbvio que o Vilela exagera quando diz que “hoje estamos no paraíso”. Aliás, o Paraná não vai voltar a ter o respeito de outros tempos do dia pra noite ou em uma gestão da diretoria. Ainda temos muito a percorrer. Porém, não perder de vista essa evolução é fundamental. Não por acaso estamos na Série A. E não será por acaso que vamos nos manter nela.

Por falar em reabilitação, como é bonito ver o tricolor voltar a encantar. E não é só pelas cinco partidas de invencibilidade na Taça Caio Junior. O Richard já mostrou que continua sendo aquele paredão. A zaga, tão contestada, também começa a receber elogios da crítica. E o que falar do Carlos Eduardo? Já tem gente dizendo que ele é mais efetivo que o Renatinho!

Que a zica do início do ano tenha se mandado pra nunca mais voltar. É como disse um grande amigo meu, “daqui pra frente é só casa cheia”. Que assim seja. Que do jogo deste domingo, 25/3, contra o Londrina, até o último confronto da série A, nossa torcida possa encantar o país e o time volte a nos encher de orgulho!

Por Marcio Mittelbach
Guerreiro Valente, Terra Sem Males

Foto: Rodrigo Sanches/Paraná Clube

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *