SEM BÊNÇÃO PARA REELEIÇÃO

Compartilhe esta notícia.

 

pinga fogo

1 – A vida dos políticos não está fácil. Eles fazem das suas e o povo, ao seu tempo, devolve à altura. E nem adianta mais ser religioso, gente de bem, se a sua ladainha não se reverter em ação concreta. E como de boas intenções o inferno tá cheio, a massa quer milagre real.

2 – O prefeito Gustavo Fruet e o secretário Flávio Arns tiveram exemplo deste martírio no último dia 10, na Paróquia São Carlos Borromeu, no Jardim das Américas. Convidados de honra para posse do novo padre Ângelo foram recebidos com “luto” pelos fiéis.

3- A descrença ocorreu no momento da salva de palmas de uma comunidade para a outra. A comunidade do Rocio, no Rebouças, aplaudiu a do Borromeu, que recebia o padre. Os fiéis do Jardim das Américas também agradeceram o padre cedido. Contudo, após o anúncio dos políticos, os católicos preferiram comungar em silêncio.

4 – É aquela coisa: o povo dá o dízimo à igreja, mas não gosta de dar terço de seus salários a impostos, taxas, indústria da multa ou integrantes de governo que gostam de bater em professor. Neste caso, quem corre o maior risco é Fruet, que pode ter como penitência não comandar a cidade pelos próximos quatro anos.

5 – Em tempo: um passarinho me contou e não é pecado comentar que esse matrimônio entre Fruet e Arns pode se manter para eleição, uma vez que Gustavo se divorciou do PT. Resta saber como os católicos aceitaram mais essa pulada de cerca de Flávio, que pode ir para o partido de Ratinho.

 

Por Manolo Ramires
Terra Sem Males

anuncio-tsm-posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *