Sujeira nas contas

Compartilhe esta notícia.

Secretário da Fazenda do Paraná Mauro Ricardo. Foto: Pedro Oliveira/Alep

1 – O Secretário da Fazenda Mauro Ricardo foi sabatinado na Alep. Ele admitiu que o Paraná não esteja recolhendo sua cota para o pagamento de aposentados e pensionistas. Está na dúvida se, como patrão, paga ou não. São R$ 200 milhões que não entram e não se sabe onde ficam.

2 – Não bastasse isso, os contratos da Cohapar estão sendo renegociados com baixa de 61% Ou seja, estavam acima do que deviam. Mas isso, Mauro coloca na conta do antigo secretário.

    2.1 – Já que o assunto é renegociar, Mauro Ricardo aumentou os prazos e diminuiu as obras. Dinheiro que se economiza para alguém ou alguma coisa.

3 – Na Copel, que neste ano já aumentou suas tarifas em 51%, o secretário defende a privatização de ações. Ele quer que o estado venda as ações excedentes e fique com cotas mínimas. Tudo para fazer caixa, eliminar o “excedente”, mas sem perder o controle da empresa.

4 – O controle mínimo de ações também vale para Sanepar e demais empresas públicas. É o governo sem estado para governar. Beto Richa aceitará a perda de controle?

Por Manolo Ramires
Terra Sem Males

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *