Tico Santa Cruz defende que ser de esquerda é lutar para que todos tenham o que poucos têm

Compartilhe esta notícia.

Por Paula Zarth Padilha
Terra Sem Males

Na noite de sexta-feira (16), o cantor e compositor Tico Santa Cruz, da banda Detonautas Roque Clube, participou em Curitiba de um evento promovido pelo Sindicato dos Bancários. Conhecido por seu posicionamento político, Tico também participou da gravação do programa MoviMente – mentes que movimentam, uma iniciativa da entidade em parceria com a Quem TV.

Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba
Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba

Durante o depoimento para o vídeo, o cantor relembrou sua história de vida e, conforme foi narrada, deixava cada vez mais evidente como o ativismo pelas causas sociais sempre andou junto com sua postura diante das situações adversas que ocorreram em sua vida. Na sua infância foi da classe média alta no Rio de Janeiro, morador de condomínio luxuoso, praticante de esportes sofisticados, como o hipismo. Isso até os 8 anos, quando o pai perdeu o emprego e a vida da família foi do luxo à falta de dinheiro, de bens, até mesmo de comida.

Tico Santa Cruz afirmou que chegou a se considerar de rua após a desestabilização financeira e separação dos pais, atribuindo à família de um amigo o acolhimento que teria contribuído para que ele não chegasse ao limite da criminalidade. E foi antes de chegar à fase adulta que ele se deu conta das desigualdades de classe, das diferenças de oportunidades e dos preconceitos. As perdas financeiras o acompanharam outras vezes quando se estabilizou como músico, até abraçar de vez a banda Detonautas como seu trabalho, com apoio da esposa.

Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba
Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba

Atencioso com os fãs, ao falar à categoria bancária no auditório do Sindicato, Tico Santa Cruz afirmou seu apartidarismo, esclarecendo que se posiciona contra o ódio e perseguição que existe em relação ao Partido dos Trabalhadores que não ocorre com os demais partidos, mas que isso não faz dele um petista. Disse que o brasileiro não pode ser polarizado entre esquerda ou direita, para ele uma direita burra que prega o ódio. “Não sou comunista, não me considero socialista, mas se ser socialista é ter humanidade e preocupação com questões sociais, é se preocupar se o outro tem como comer, então eu sou socialista e todo mundo deveria ser assim”, define.

O cantor afirmou que seu posicionamento político fechou muitas portas, gerou boicote, tirou sua banda da mídia. E de como é importante utilizar todas as ferramentas para furar esse bloqueio, como no tempo em que foi convidado para manter um blog no servidor da Globo. Tico também contou como fez par a usar a mídia, quando foi cantar num programa global ao vivo, para expor suas ideias. Ele entrou de jaqueta, por baixo uma camiseta de apoio aos professores quando eles estavam em greve no ano de 2015 e as mobilizações eram omitidas pela emissora.

Se surpreendeu ao ver seu nome em um dos memes sobre o ex-presidente Lula após a viralização do power point da denúncia do Ministério Público Federal contra o político. Santa Cruz alerta que quem é de esquerda não luta a favor da miséria, mas sim o contrário, pois quer que todas as pessoas tenham acessos a bens e privilégios que atualmente poucos têm.

Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba
Tico recebeu exemplares do jornal impresso do Terra Sem Males, um projeto de mídia alternativa. Foto: Joka Madruga/SEEB Curitiba

Tico defendeu a mídia alternativa como forma de burlar a omissão e a criminalização dos movimentos sociais. Sua militância e posicionamento político continuaram durante o show da banda Detonautas promovido pelo Sindicato em alusão ao Dia do Bancário, celebrado em 28 de agosto. Neste sábado, Tico se apresenta no Teatro Paiol, cantando Cazuza, pois as canções dele dizem muito sobre os tempos atuais..

O Sindicato dos Bancários de Curitiba e região promove na próxima quarta-feira, 21 de setembro, a partir das 19h, um bate-papo com Gregório Duvivier, humorista do programa Porta dos Fundos e também notório por posicionamentos publicados em sua coluna semanal num jornal impresso.

anuncio-tsm-posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *